Apartamento SB Jardim Botânico

Categoria
Arquitetura Residencial
Sobre o Projeto

Primeiro lar de jovem casal, apartamento minimalista e solar, no Rio de Janeiro, ganhou reforma e decoração nas mãos da arquiteta Bianca da Hora

Minimalista e aconchegante, este apartamento no Rio de Janeiro, no bairro Jardim Botânico, é a primeira morada dos recém-casados Samuel e Bárbara, que contaram com Bianca da Hora, arquiteta de toda a família do jovem casal, no projeto de reforma e decoração do apartamento.

Banhado por luz natural, o imóvel de 120m² passou ao longo de quatro meses pelo projeto de reforma e decoração, adequando a nova morada ao gosto e necessidades de ambos. “O pedido da dupla foi por um projeto acolhedor, funcional, despretensioso e jovial, com muito verde. Para isso, apostei em uma paleta de cores neutra, com muito branco, preto e tons amadeirados, deixando o toque de cor por conta das plantas e acessórios”, conta Bianca.

A reforma foi pontual e contemplou a demolição do gesso para elevação do teto e a abertura de um cômodo usado como escritório e quarto de hóspedes para a sala, ampliando a área social. O único imprevisto durante as obras foi a descoberta de uma coluna, incorporada ao projeto. As paredes derrubadas foram substituídas por portas de correr com esquadrias pretas, modelo que está em alta devido ao estilo industrial. “Quando necessário, o casal pode isolar ou integrar os cômodos, conforme a conveniência. No quarto de hóspedes, optamos por um sofá-cama, que pode tanto acomodar as visitas para dormir quanto ampliar a quantidade de assentos, em ocasiões festivas”, explica a arquiteta.

O piso de tacos de madeira, nas áreas íntima e social, foi recuperado e recebeu aplicação de sinteco. Nas paredes da sala, predomina a cor branca, mas em diferentes texturas: atrás da mesa de jantar, no revestimento de tijolinhos já existente antes da reforma; no corredor, no painel ripado que esconde a porta de entrada e o acesso à cozinha. A estante vazada, além de acolher as plantas e livros dos moradores, também cumpre o papel de dar privacidade à área de jantar, que fica em frente à porta. Já a sala de TV é delimitada pelo uso do tapete, criando visualmente uma distinção entre as funções do cômodo.

O quarto do casal, com 20m², mantem a paleta de cores da sala, com painel geométrico em laca e meia-parede em madeira na cabeceira, além do closet e penteadeira. Já o banheiro da suíte ganhou textura de cimento queimado nas paredes e metais pretos para a dupla de cubas, reforçando o toque industrial dado à morada.

Na cozinha, o perfume é retrô: azulejos tipo metrô, na cor branca, cobrem as paredes, enquanto para o piso foi escolhido um porcelanato que remete ao ladrilho hidráulico. Os armários da linha bistrô ganharam duas cores: off white e azul-petróleo, com puxadores vintage, de um lado, e uma estante aérea vazada do outro, em serralheria, com a parede ao fundo pintada no mesmo tom azul dos armários. Logo abaixo, um painel amadeirado acolhe eletrodomésticos de pequeno porte e pode ser usado como apoio para refeições rápidas. “É um apartamento com a cara dos moradores: jovem, prático, aconchegante e ideal para começar a vida a dois”, conclui a arquiteta.